Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013

Mais médicos, mais direitos, mais casas, enfim, mais qualidade vida.

O Brasil de tempos em tempos se revela. Ou melhor, uma parcela de brasileiros revela-se, brasileiros que não aceitam um novo modo de enfrentar problemas, brasileiros que perderam o poder de mandar no Brasil.
     Nestes últimos dias estamos diante de uma manifestação do mais puro preconceito travestido de defesa de direitos de trabalhadores explorados. A batalha está no campo do trabalho de médicos no interior do Brasil. Primeiramente, foi oferecido aos médicos brasileiros a oportunidade de trabalharem naquelas regiões esquecidas por nós todos. Isso mesmo, lugares onde não vamos, não conhecemos, não temos interesse em conhecer. Se tivéssemos interesse, o Brasil já teria solucionado o problema de quem nasceu e vive nestes lugares. Interior do interior do Brasil. Onde não há resorts, grandes hotéis shoppings ou a presença do estado para dar atenção a brasileiros que teimam em lá viver.
     Muito bem, o Estado brasileiro (não importando que partido esteja lá) criou o programa Mais …

Bandido de Respeito - Parte II

Continuação do post Bandido de Respeito I
     Após aquele encontro inusitado em frente a casa do banqueiro falido, alguns dias se passaram. Mas a vida não parou para o Bandido de Respeito. Afinal, estava em processo de desaposentação e tinha uma reputação para honrar. Entretanto, por mais que tentasse, não saia da sua cabeça aquele encontro com o Delegado João Alberto. O plano de roubo continuava firme, apesar dos incômodos da idade. Estes dias teve que ficar internado por três dias, uma gripe forte quase levou o Bandido de Respeito para o encontro final
     Fazia de tudo para esquecer o Delegado João Alberto. Entretanto um fato também p incomodava. O que o delegado bonitão estava fazendo em frente à mansão do banqueiro falido?  Enfim, não dedicaria muito mais tempo para imaginar um porquê. Inegavelmente aquele encontro havia mexido com Bandido de Respeito. Volta e meia voltavam a sua cabeça aquelas insinuações de amasiamento com algum delegado...
     O tempo passava e cada vez mai…