Pular para o conteúdo principal

Literatura 3 - Vaticano S.A.

     Este blogueiro continua na estrada da leitura. Tenho a impressão que esta estrada nunca terá fim, pois a literatura é o caminho onde o que menos importa é a chegada... escreverei hoje sobre mais um livro lido.




     Livro: Vaticano S.A. - O arquivo secreto que revela escândalos políticos e financeiros da maior instituição religiosa do mundo
     Autor: Gianluigi Nuzzi
     Editora: Larousse


    A morte do Monsenhor Renato Dardozzi, o homem por detrás das finanças da Igreja Católica de 1974 até o final dos anos 1990, revelou um mundo até então desconhecido dos fiéis. O Monsenhor Dardozzi esteve envolvido com o IOR (Istituto per le Opere di Religione - Instituto para as Obras da Religião), mais conhecido como o Banco do Vaticano. Com a morte deste personagem e com a abertura do seu testamento foram revelados documentos que retratam minuciosamente operações financeiras realizadas pelo IOR. Muitos não amparados pelos princípios pregados pela Igreja Católica. Propinas, operações ilegais, lavagem de dinheiro, contas fantasmas, são alguns dos episódios constantes dos arquivos mantidos pelo Monsenhor Dardozzi.
     A história por trás dos muros do Vaticano ocorridas em salões ricamente decorados. Um banco, Papas, Cardeais, Bispos, Padres, mas acima de tudo seres humanos. Os integrantes da Igreja se revelam mais humanos, com todas as suas incongruências, contradições, crimes, deslizes morais (para ser benevolente), cobiças,  pecados capitais e relações com o submundo da política e até da máfia. Estes são os personagens e algumas características desta história real, onde a cobiça, proprinas e desvios fazem parte do dia a dia. Não há uma história mais humana do que a história do Banco do Vaticano. 
     Não se trata de ficção, mas sim da história real de um Banco que fica protegido pelo "Senhor" e valendo-se da imunidade operacional.
     Surpreenda-se com as revelações do Vaticano S.A., friso que não são suposições do autor, mas tudo que está ali escrito é amparado por farta documentação amealhada pelo Monsenhor Dardozzi. Dois Papas têm suas ações retratadas neste livro. Em especial um deles e suas luta contra o comunisno, bem como o uso de fundos angariados de forma pouco ortodoxa para financiar ações de desestabilização de regimes comunistas. Em especial o movimento sindical na Polônia através do Solidarność (Solidariedade). Vale a pena ler este livro e encontrar um mundo financeiro protegido pela maior Instituição Religiosa de todos os tempos.


Trilha sonora
4th of July - U2 - The Unforgettable Fire
I'm Eighteen (1971) - Alice Cooper - Coletânea - 500 Greatest Songs
Yesterdays - Guns N' Roses -  Use Your Illusion II
With A Shout (BBC Session) - U2  - October (2008 Bonus)
The Who - Magic Bus - Clássicos - Rock 500
What's Going On - Marvin Gaye - Rolling Stone Magazine's 500 Greatest Songs Of All Time
U2 - New Year's Day - Clássicos - Rock 500
Talk [Live in Holland] - Coldplay - Singles

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os conflitos de Lucas

- Hoje você me disse que tudo estava acabado. Mas estamos aqui neste motel.
     - Não retiro o que te disse. Estar aqui é mais uma prova que o nosso amor acabou e que o único lugar onde ele ainda pulsa é aqui. O que é uma pena.
     - Mas ainda tem um lugar onde somos felizes.
     - Tu acha que felicidade é isso que vivemos? Se tu acha que isto aqui é felicidade, tenho que te dizer que você nunca foi feliz...
     - Eu aqui nos teus braços sou a mulher mais feliz deste mundo e isto é felicidade para mim.
     - Pois eu queria algo mais.
     - Lucas, tu é o primeiro homem que me diz isso, talvez por isso você seja tão especial.
     - Não sou especial, apenas quero ser feliz e formar uma família. Só isso, será que é pedir demais?
     - Com certeza para uma mulher como eu é pedir demais... Nem meu nome tu sabe. Só meu nome de guerra.
     - Como assim, tu não se chama Sharon?
     - Claro que não. Meu nome é comum e não combina com o que faço.
     - Então se revele, pelo menos…

"Como fazer sexo"

O Google a cada ano nos revela as trends, em nosso amado português podemos traduzi-lo como tendências. Ou no português mais nosso ainda são os termos mais pesquisados no ano. É interessante dar uma olhada para vermos como somos fúteis. No Brasil para se ter uma ideia o termo mais pesquisado foi o BBB13. Estamos reduzidos a quase nada. Ou um nada completo.
     Mas o que mais me chamou a atenção foi um o tal tópico de "Como fazer". São todas as pesquisas com tem como intenção descobrir como fazer determinada coisa e pasmem está em quarto lugar a pesquisa "como fazer sexo". Não acreditam, então acessem o link: Trends: Como fazer sexo. Fico imaginando a pessoa "googleando" antes daquela noite (manhã ou tarde) de sexo. "Já sei como fazer, mas quero dar uma recordada, hoje promete e não quero decepcionar". É o fim da várzea.
      Eu sei que o google faz parte da nossa vida, não nos vemos sem esta ferramenta dos tempos modernos, mas pesquisar c…

Vida em anacruse

Já escrevi vários inícios. Muitos refeitos ou deletados.
     Tentativas vãs. Ou melhor, tentativas desfeitas, mas não vãs, pois todas, absolutamente todas me ensinaram alguma coisa. Na verdade pouco importa, porque a cada início tudo se repete. Queria que fosse diferente. Talvez como a música que está tocando. Follow Me do disco Imaginary Day do Pat Metheny  é a música perfeita para retratar o que quero dizer. Esta música já inicia no meio de um compasso, o que recebe o nome de anacruse, acho que é este o nome.
     A vida poderia ser uma grande anacruse. Explico. Primeiramente tenho que tentar definir anacruse como a ausência de tempos no primeiro compasso de uma melodia. Não sou músico, por isso defino a anacruse de forma tão simplória e tosca. O que quero dizer com esta figura de linguagem é que seria mais fácil se a vida fosse em anacruse, ou seja, quando menos esperássemos já estaríamos vivendo, sem nenhum subterfúgio ou intróito. Não prepararíamos nada. Não desperdiçaríamo…