Pular para o conteúdo principal

Sorria, você é linda, mesmo que a TV não diga

     Andando por aí estes dias encontrei uma frase escrita em uma parede qualquer "Sorria, você é linda, mesmo que a TV não diga". Uma frase com uma mensagem diferente daquelas pichações sem sentido espalhadas em nossas cidades.
     A pessoa que tatuou naquele prédio a frase título deste post tinha a intenção de falar com todos e todas que não são valorizados nestes tempos de beleza fabricada. Ao ler aquela frase fiquei imaginando o momento que ela estava sendo tatuada, o sorriso da pessoa, o observar a "obra" e acima de tudo o passar de outras pessoas lendo e interpretando das mais diversas formas.
     Em outros pontos são escritas frases de entusiasmo para os passantes diários. É interessante quem se dispões a escrever frases ou praticar intervenções nas cidades com o intuito de ajudar a tornar o dia menos árido.
Danilo Verpa/Folhapress
     São muitas as formas de intervenção. Lembro de um grupo que transformou uma faixa de segurança em um grande código de barras. Ou então quem montou prateleiras nas ruas e simplesmente deixou livros lá com uma simples frase "leia o livro e depois devolva-o, outras pessoas também querem ler". Dia após dia os livros são retirados e após algum tempo devolvidos.
     Nos mais variados cantos da cidade são encontrados algum tipo de intervenção. Perguntas do tipo "você já deu uma abraço hoje?", "você já beijou hoje?" e por aí vai. A vida pode ser mudada com atos simples, não requerem dinheiro, apenas um começar, um desprendimento de alguém para todos nós.
     Pensando neste post encontrei esta reportagem na Folha de São Paulo: Pichação 'poética' vira febre em orelhões e muros de São Paulo. É bom saber que outros querem fazer parte de nossas vidas de forma poética ou então tentam nos passar forças para seguirmos em frente. Não é um fenômeno da cidade que moro, mas é sim uma atitude que esta disseminado por todo mundo.
     Mas por que alguém escreve frases para levantar o astral de outrem? Por que alguém se arrisca para simplesmente tornar o dia mais palatável? Parece simples a resposta e ao mesmo tempo revela o encanto do que chamamos vida, o encanto do ser humano. Uma simples frase me proporciona voltar acreditar no ser humano, mesmo depois de perceber tantas mazelas. É possível sentir que há solução em tudo isso que nos cerca.
     Uma simples teve o condão de provar que há vida a nossa volta e proporcionar um seguir em frente com mais força. Quem sabe num futuro próximo tenhamos mais atitudes como estas o que tornarão nossas vidas muito mais aprazíveis. Se for o caso também começarei a escrever em um muro qualquer "Vamos ser felizes juntos" ou então "Você já fez alguém sorrir hoje?"

PS: No post seguinte darei uma outra interpretação a frase tatuada em um prédio qualquer, título do post de hoje.

Trilha Sonora:
La Primavera - Manu Chao - Proxima Estacion: Esperanza
Kashmir - Led Zeppelin - Rolling Stone Magazine's 500 Greatest Songs Of All Time
Surfing With The Alien - Joe Satriani - Live In Paris: I Just Wanna Rock (CD2)
The Mystical Potato - Head Groove Thing - Joe Satriani - Flying In A Blue Dream
Back To The Family - Jethro Tull - Stand Up
Aqualung - Jehro Tull - Rock 70´s
Bad Apples - Guns N' Roses - Use Your Illusion I
New World Man - Rush - Clássicos Rock 500
Rock Is My Life and This Is My Song - Bachman-Turner Overdrive - The Collection
Me And Mr Jones - Amy Winehouse - Back To Black

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os conflitos de Lucas

- Hoje você me disse que tudo estava acabado. Mas estamos aqui neste motel.
     - Não retiro o que te disse. Estar aqui é mais uma prova que o nosso amor acabou e que o único lugar onde ele ainda pulsa é aqui. O que é uma pena.
     - Mas ainda tem um lugar onde somos felizes.
     - Tu acha que felicidade é isso que vivemos? Se tu acha que isto aqui é felicidade, tenho que te dizer que você nunca foi feliz...
     - Eu aqui nos teus braços sou a mulher mais feliz deste mundo e isto é felicidade para mim.
     - Pois eu queria algo mais.
     - Lucas, tu é o primeiro homem que me diz isso, talvez por isso você seja tão especial.
     - Não sou especial, apenas quero ser feliz e formar uma família. Só isso, será que é pedir demais?
     - Com certeza para uma mulher como eu é pedir demais... Nem meu nome tu sabe. Só meu nome de guerra.
     - Como assim, tu não se chama Sharon?
     - Claro que não. Meu nome é comum e não combina com o que faço.
     - Então se revele, pelo menos…

"Como fazer sexo"

O Google a cada ano nos revela as trends, em nosso amado português podemos traduzi-lo como tendências. Ou no português mais nosso ainda são os termos mais pesquisados no ano. É interessante dar uma olhada para vermos como somos fúteis. No Brasil para se ter uma ideia o termo mais pesquisado foi o BBB13. Estamos reduzidos a quase nada. Ou um nada completo.
     Mas o que mais me chamou a atenção foi um o tal tópico de "Como fazer". São todas as pesquisas com tem como intenção descobrir como fazer determinada coisa e pasmem está em quarto lugar a pesquisa "como fazer sexo". Não acreditam, então acessem o link: Trends: Como fazer sexo. Fico imaginando a pessoa "googleando" antes daquela noite (manhã ou tarde) de sexo. "Já sei como fazer, mas quero dar uma recordada, hoje promete e não quero decepcionar". É o fim da várzea.
      Eu sei que o google faz parte da nossa vida, não nos vemos sem esta ferramenta dos tempos modernos, mas pesquisar c…

Vida em anacruse

Já escrevi vários inícios. Muitos refeitos ou deletados.
     Tentativas vãs. Ou melhor, tentativas desfeitas, mas não vãs, pois todas, absolutamente todas me ensinaram alguma coisa. Na verdade pouco importa, porque a cada início tudo se repete. Queria que fosse diferente. Talvez como a música que está tocando. Follow Me do disco Imaginary Day do Pat Metheny  é a música perfeita para retratar o que quero dizer. Esta música já inicia no meio de um compasso, o que recebe o nome de anacruse, acho que é este o nome.
     A vida poderia ser uma grande anacruse. Explico. Primeiramente tenho que tentar definir anacruse como a ausência de tempos no primeiro compasso de uma melodia. Não sou músico, por isso defino a anacruse de forma tão simplória e tosca. O que quero dizer com esta figura de linguagem é que seria mais fácil se a vida fosse em anacruse, ou seja, quando menos esperássemos já estaríamos vivendo, sem nenhum subterfúgio ou intróito. Não prepararíamos nada. Não desperdiçaríamo…