Pular para o conteúdo principal

Um Amigo de gêmeos.

     Esta semana encontrei um grande amigo. Um amigo de gêmeos. Este amigo era constante na minha vida, mas de uns anos para cá não vivemos mais na mesma cidade.
     A nossa amizade agora não é mais diária. Antigamente, nos encontrávamos toda semana. Sempre tínhamos algo novo para contar ao outro, sempre havia uma troca intensa de felicidade entre nós. Nunca faltava assunto. Que eu me lembre nunca brigamos, nunca houve algum atrito entre nós. Desde 2007 não moramos mais na mesma cidade, fui morar longe das capitais, uns 500 km de distância. Eu vivia uma mudança completa em minha vida, estava começando uma nova vida, longe de todos a quem eu sentia afeto. Fui de mala e cuia para Iraí, aliás a cuia ganhei lá.
     Este amigo sempre foi um exemplo para mim, sempre o olhava com admiração e respeito. Quando eu  tinha alguma dúvida me aconselhava com ele. Numa das encruzilhadas da minha vida foi a ele que perguntei qual caminho a seguir, e ele mais uma vez me mostrou o caminho correto.
     Ao esperar este amigo na semana passada eu revivi muitas das passagens da nossa amizade, desde quando nos conhecemos na faculdade nos anos iniciais da década de 1990. Éramos diferentes do que somos hoje, tínhamos sonhos e esperanças de mudar o mundo. Acreditávamos que poderíamos mudar ou pelo menos começar esta mudança. Tínhamos lado quando se falava de política e fazíamos questão de participar de alguns confrontos políticos, lembro da gente em carreatas, como aquilo nos fazia bem. Nos olhávamos e sentíamos que éramos parte de uma mudança.  Lembro, também, que em algumas sextas-feiras ao descer do ônibus na última parada antes do centro entrávamos na rodoviária e tomávamos algumas cervejas, sentia que aquelas cervejas eram as melhores do mundo e eram mesmo, pois dois amigos a estavam tomando. E seguíamos as nossas vidas forjando esta amizade...
     A vida foi definindo seus rumos e esta amizade sempre latente, sempre presente, cada vez mais forte.
     Ao esperar o meu amigo pensava "será que ainda mantemos aquela amizade de tantos anos? Será que ainda temos aquela cumplicidade de antes?" Estávamos a algum tempo sem nos encontrar. Ao ver o meu amigo chegar parecia que não o via somente há dois dias, parecia que tínhamos conversado na terça passada. Fiz questão de abraçá-lo e senti que nossa amizade estava ainda ali. Começamos a conversar e senti aquela mesma sensação dos anos 90, dos tempos da faculdade, aquela mesma sensação de amor, realmente isso, o amor mais puro de todos, o amor de amigos. Conversamos, rimos, nos divertimos como antigamente. Falamos sobre uma gama muito grande de assuntos, imagine até sobre direitos autorais na música.
     Mais uma vez o meu amigo me surpreendeu. Ele me olhou com um olhar afetuoso e disse mais ou menos assim: "Eu não faço download de músicas, por respeito a obra do músico. Afinal, este é o ganha pão do artista". Ficamos debatendo isso por algum tempo, muitos argumentos foram exposto por ambos os lados, ele defendendo o direito autoral dos músicos e eu de outro lado tentava defender que o download de músicas  pela internet é uma forma de democratizar o acesso a arte. Sempre entendi a internet como o maior exemplo da socialização da cultura, uma forma de espraiar o conhecimento pelo mundo, sem as amarras impostas pelos sistemas culturais, políticos e financeiros. Mas confesso que a conversa me fez refletir... Como sempre aconteceu, o meu amigo me mostrou um novo lado da questão e me faz pensar sobre minhas pseudo certezas.
     Este texto é simplesmente para agradecer a um amigo, agradecer a amizade existente, a imaginar que seremos amigos para sempre, a homenagear um amigo que se chama Márcio Mór Giongo, afinal, hoje é o seu aniversário e se não bastasse isso ele é de gêmeos. Torço para que quem leia este texto tenha um amigo como eu tenho. Uma amigo de gêmeos. Obrigado amigo. Feliz Aniversário meu irmão. Não estamos juntos diariamente, mas temos muitas coisas em comum, uma delas é o gosto pela escrita, a outra é a vontade de mudar o mundo, pode parecer que tenhamos desistido, talvez o simples exercício da escrita já seja uma forma de fazer nossa parte nesta mudança. Bons textos para ti  e segura o Figueroa...


Trilha Sonora:

Fly By Night - Lee Ritenour - The Best Of Lee Ritenour
Hawkmoon 269 - U2 - Rattle And Hum
Clocks (Live) - Coldplay - Singles
CSNY - Wooden Ships - Rock 70´s
Sweetest Thing (The Single Mix) - U2 - The Best Of 1980-1990
Kashmir -  Led Zeppelin - Rock 70´s
Time  - The Alan Parsons Project - Ultimate
Square One [Live In Holland] - Coldplay - Singles
The Jessica Allman Brothers Band - Rock 70´s
Tryin' to throw your arms around the world - U2 - Achtung Baby
God Put a Smile upon Your Face - Coldplay - Singles
We Never Change - Coldplay - Parachutes
It's Raining Again - Supertramp - Rock 70´s
Intro - Muse - Absolution
Step By Step - The Alan Parsons Project - Eye In The Sky{Bonus Tracks]
Dead Horse - Guns N' Roses - Use Your Illusion I
Extradition - Pat Metheny Group - Travels (Disc 2)
Clyde - J.J. Cale - Best Of J.J. Cale
Love You Till Tuesday (Recorded For BBC Radio One's Top Gear) - David Bowie (Deluxe Edition)
Sound and Vision - David Bowie - Singles Collection, Vol. 1
Carry On Wayward Son -  Kansas - The Best Of Kansas
Down To The Waterline - Dire Straits - Rock 70´s
Slipstream  - Jethro Tull - Aqualung
In The Cradle - Harry Chapin - Rock 70´s
II - Focus - Live At The Rainbow
Sunburn - Muse - Absolution Tour
Bass Trap - U2 - The B-Sides 1980-1990
I Shot the Sheriff - Eric Clapton - Rock 70´s
Ram Jam - Black Betty - Rock 70´s
Bee Gees - Jive talkin' - Rock 70´s
The Cars - My Best Friend's Girl - Rock 70´s
Al Green - Take Me to the River - Rock 70´s
The First Time - U2 - The Best Of 1990-2000
Hunt By Numbers - Jethro Tull - J-Tull Dot Com
All I Know - Art Garfunkel - Rock 70´s

Comentários

  1. Em lagrimas, estou lendo seu texto!!! Em muitas lagrimas...lagrimas que inundam meu teclado e esses processos que estão em minha frente e nem sei por onde começar!
    Na realidade queria mesmo era estar tomando uma cerveja com o amigo! A proxima tem que ser na Rodoviaria, onde o gosto e o cheiro da cevada, traz lembranças pra la de especiais!
    Deu vontade de baixar Actung Baby do U2, vontade, só vontade...depois dos quarenta...ficamos na vontade!

    Muito obrigado, amigo querido, por este presente literario!!! Grande abraço e uma lambida afetuosa do Figueroa!

    Abraços, Márcio Mór Giongo, pai do Figueroa.

    ResponderExcluir
  2. inicialmente me pareceu pura viadagem, mas confesso que a história é bacana.
    duas bixinhas se encontram depois de algum tempo separadas. bem romântico.
    lembram dos velhos tempos, se derramam em lágrimas e, provavelmente, se abraçam num eterno aperto de lembranças. ah, como a vida é bonita, embora pontuada por injustiças e tragédias.
    a amizade é, sem dúvida, uma das maiores riquezas que levamos da vida. o amor, outra. quando se unem, "nossa", é purpurina.
    a única dúvida que tenho, é sobre esse tal de figueroa! será mesmo um ser canino - tido por nós como "irracional", ou será uma disfarce para um novo "affair"? o tempo dirá.
    bem "amigos", fica aqui o desejo de muitas felicidades para vocês, lembrando que agora a vossa união já poderá ser reconhecida perante o judiciário (homoafetiva - ou será homo total? - topa "todos").
    como é bonito o amor, especialmente quando sincero.
    brincadeiras à parte, muitas felicidades para ambos, geminianos, de coração enorme, amigos imortais.
    lucas novel

    ResponderExcluir
  3. Amigo de Verdade

    Você, que está cansado de todos aqueles textos melosos, com poemas chatos sobre amizade que,
    na maioria das vezes, soam legais, mas nunca realmente chegam perto da realidade?

    Seus problemas acabaram!

    Aqui está um poema sobre amigos que realmente expressa a amizade verdadeira
    - é a própria verdade!

    Amigo,

    Quando você estiver triste,
    ... Eu vou te deixar bebaço e te ajudar a planejar uma vingança
    contra o fdp que te deixou assim.

    Quando você me olhar com desespero,
    ... Eu vou enfiar o dedo na sua goela e te fazer pôr pra fora o
    que estiver te engasgando.

    Quando você sorrir,
    ... Eu vou saber que você finalmente deu uns "pega".

    Quando você sentir medo,
    ... Eu vou te chamar de boiola e tirar uma da sua cara sempre que tiver chance.

    Quando você estiver preocupado,
    ... Eu vou contar histórias horríveis sobre o quão pior você poderia estar
    e te mandar parar de choramingar.

    Quando você estiver confuso,
    ... Eu vou explicar pra você com palavras bem simples,
    porque eu sei o quanto você é burro.

    Quando você estiver doente,
    ... Fique bem longe de mim até se curar. Eu é que não quero pegar
    o que quer que você tenha.

    Quando você cair,
    ...Eu vou apontar pra você e me cagar de rir do seu desengonço.

    Você me pergunta: "Por que?"
    Porque você é meu amigo!
    Autor: desconhecido


    Tenha um ótimo dia!!! Sol Kuka

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Interaja com Ledventure...

Postagens mais visitadas deste blog

Os conflitos de Lucas

- Hoje você me disse que tudo estava acabado. Mas estamos aqui neste motel.
     - Não retiro o que te disse. Estar aqui é mais uma prova que o nosso amor acabou e que o único lugar onde ele ainda pulsa é aqui. O que é uma pena.
     - Mas ainda tem um lugar onde somos felizes.
     - Tu acha que felicidade é isso que vivemos? Se tu acha que isto aqui é felicidade, tenho que te dizer que você nunca foi feliz...
     - Eu aqui nos teus braços sou a mulher mais feliz deste mundo e isto é felicidade para mim.
     - Pois eu queria algo mais.
     - Lucas, tu é o primeiro homem que me diz isso, talvez por isso você seja tão especial.
     - Não sou especial, apenas quero ser feliz e formar uma família. Só isso, será que é pedir demais?
     - Com certeza para uma mulher como eu é pedir demais... Nem meu nome tu sabe. Só meu nome de guerra.
     - Como assim, tu não se chama Sharon?
     - Claro que não. Meu nome é comum e não combina com o que faço.
     - Então se revele, pelo menos…

"Como fazer sexo"

O Google a cada ano nos revela as trends, em nosso amado português podemos traduzi-lo como tendências. Ou no português mais nosso ainda são os termos mais pesquisados no ano. É interessante dar uma olhada para vermos como somos fúteis. No Brasil para se ter uma ideia o termo mais pesquisado foi o BBB13. Estamos reduzidos a quase nada. Ou um nada completo.
     Mas o que mais me chamou a atenção foi um o tal tópico de "Como fazer". São todas as pesquisas com tem como intenção descobrir como fazer determinada coisa e pasmem está em quarto lugar a pesquisa "como fazer sexo". Não acreditam, então acessem o link: Trends: Como fazer sexo. Fico imaginando a pessoa "googleando" antes daquela noite (manhã ou tarde) de sexo. "Já sei como fazer, mas quero dar uma recordada, hoje promete e não quero decepcionar". É o fim da várzea.
      Eu sei que o google faz parte da nossa vida, não nos vemos sem esta ferramenta dos tempos modernos, mas pesquisar c…

Vida em anacruse

Já escrevi vários inícios. Muitos refeitos ou deletados.
     Tentativas vãs. Ou melhor, tentativas desfeitas, mas não vãs, pois todas, absolutamente todas me ensinaram alguma coisa. Na verdade pouco importa, porque a cada início tudo se repete. Queria que fosse diferente. Talvez como a música que está tocando. Follow Me do disco Imaginary Day do Pat Metheny  é a música perfeita para retratar o que quero dizer. Esta música já inicia no meio de um compasso, o que recebe o nome de anacruse, acho que é este o nome.
     A vida poderia ser uma grande anacruse. Explico. Primeiramente tenho que tentar definir anacruse como a ausência de tempos no primeiro compasso de uma melodia. Não sou músico, por isso defino a anacruse de forma tão simplória e tosca. O que quero dizer com esta figura de linguagem é que seria mais fácil se a vida fosse em anacruse, ou seja, quando menos esperássemos já estaríamos vivendo, sem nenhum subterfúgio ou intróito. Não prepararíamos nada. Não desperdiçaríamo…