Pular para o conteúdo principal

Tudo como dantes no quartel d´Abrantes.

     Às vezes me pergunto se o ser humano tem jeito?
     Como uma raça pode eleger prioridades tão fúteis? Como perdemos tanto tempo com coisas de somenos importância.
     Ontem presenciei mais um fato que comprova nossa total inversão de valores. Em todo o Brasil vivenciamos as finais dos campeonatos estaduais de futebol. Um acontecimento restrito ao mundo dos esportes, sim um esporte nacional, mas apenas um esporte. A reação espraida por todo o país foi de um acontecimento estelar. Claro que esta reação tem relação com a nossa falta de perspectivas sociais, a falta de oportunidades de crescimento pessoal. Mas não pode ser só isso. Tem que haver outras explicações para tamanha reação de regozijo. O futebol é uma forma de agregação social, todas as classes interagem com se não houvesse este abismo entre os favorecidos e os desvalidos.
     Fico imaginando se colocássemos toda esta energia na luta por melhorias sociais, por uma sociedade mais igualitária e menos discriminatória. Como nosso país seria melhor. Mas nos entregamos a todas as formas de controle social, vivemos como os detentores do poder querem, feito ovelhinhas calmas e subservientes. Não que esta manifestação seja desimportante, mas não pode ter a relevância que atualmente tem. O futebol é tão somente um esporte e um passatempo para os integrantes de um coletivo e somente isso nada mais do que isso.
     Estes tempos estava em São Paulo e me chamou a atenção um protesto a respeito dos salários astronômicos dos políticos em nosso país. Na passeata deveria haver no máximo 50 pessoas. A população da cidade de São Paulo, segundo apurado no censo de 2010 pelo IBGE, é de  11 244 369 habitantes, apresentando uma densidade populacional de 7 383,11 habitantes por quilômetro quadrado. O que representa 50 pessoas em um total de 11 milhões de habitantes? Tenho certeza que protestos por um time mais qualificado ou por um estádio novo levam muito mais pessoas.
    Será que temos jeito? Será que vamos evoluir? Será que temos perspectivas de alterar este estado de coisas? Não estou dizendo que o futebol seja desprezível, muito pelo contrário, é um grande gerador de empregos diretos e indiretos, é uma forma interessante de entretenimento. Mas será que estamos dando as importâncias devidas a este acontecimento do cotidiano?
    Queria viver num mundo diferente só isso. Gosto de futebol, mas o coloco no lugar correto da minha vida. Fico chateado quando meu time perde, fico furioso quando o centroavante erra um gol feito, mas não morro por isso, não perco noites de sono por isso.
    A vida segue com todas as suas agruras diárias, a passagem do ônibus sobe, a gasolina idem, os políticos fazem os seus conchavos, os governantes nos seus tronos olham satisfeitos, continuamos como um bando de ovelhinhas inofensivas... Tudo como dantes no quartel d´Abrantes.


Trilha Sonora:

Suspicious Minds - Elvis Presley - Suspicious Minds
Barely Legal - The Strokes - Is This It
Dead End Job - The Police - Message in a Box
Boom Boom - John Lee Hooker  - Rolling Stone Magazine's 500 Greatest Songs Of All Time
Quizz Kid - Jethro Tull - Too Old To Rock 'n' Roll: Too Young To Die!
With Or Without You - U2 - Rolling Stone Magazine's 500 Greatest Songs Of All Time
Steely Dan - Rikki Don't Lose That N - Rock 70´s
Magnum Opus - Kansas 1977 - Kansas - Providence Civic Center, 1977-12-13
The Specials - A Message To You Rudy - Rock 70´s
Pink Houses - John Cougar Mellencamp - Rolling Stone Magazine's 500 Greatest Songs Of All Time
We Never Change - Coldplay - Parachutes
Dance To The Music  - Sly & The Family Stone - Rock 70´s
Metamorfose Ambulante - Raul Seixas - Millenium

Comentários

  1. muito bom, como sempre.

    falou da passagem de ônibus, mexeu comigo. obrigada por incluir na tua luta essas questões mais populares. me senti incluída. é como se eu fizesse parte de algo maior, sabe?

    ResponderExcluir
  2. Massa!! É bem por aí...

    Na trilha sonora tem 13 músicas... o texto tem 46 linhas... cada linha tem em torno de 50 letras... Supondo que cada música tem em torno de 3,5 min., você levou 0,02 segundos para digitar cada letra, e 1 minuto para cada linha, e 45 min e 30 seg para o texto todo...
    E enquanto nos perdemos nos detalhes, contando, classificando... a vida passa e a casa vai caindo, pouco a pouco.

    ResponderExcluir
  3. Brasileiro é um povo pacato que não reclama de nada. No entanto, tenho percebido um crescimento daqueles que reclamam dos que não reclamam. Já é um começo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Interaja com Ledventure...

Postagens mais visitadas deste blog

Os conflitos de Lucas

- Hoje você me disse que tudo estava acabado. Mas estamos aqui neste motel.
     - Não retiro o que te disse. Estar aqui é mais uma prova que o nosso amor acabou e que o único lugar onde ele ainda pulsa é aqui. O que é uma pena.
     - Mas ainda tem um lugar onde somos felizes.
     - Tu acha que felicidade é isso que vivemos? Se tu acha que isto aqui é felicidade, tenho que te dizer que você nunca foi feliz...
     - Eu aqui nos teus braços sou a mulher mais feliz deste mundo e isto é felicidade para mim.
     - Pois eu queria algo mais.
     - Lucas, tu é o primeiro homem que me diz isso, talvez por isso você seja tão especial.
     - Não sou especial, apenas quero ser feliz e formar uma família. Só isso, será que é pedir demais?
     - Com certeza para uma mulher como eu é pedir demais... Nem meu nome tu sabe. Só meu nome de guerra.
     - Como assim, tu não se chama Sharon?
     - Claro que não. Meu nome é comum e não combina com o que faço.
     - Então se revele, pelo menos…

"Como fazer sexo"

O Google a cada ano nos revela as trends, em nosso amado português podemos traduzi-lo como tendências. Ou no português mais nosso ainda são os termos mais pesquisados no ano. É interessante dar uma olhada para vermos como somos fúteis. No Brasil para se ter uma ideia o termo mais pesquisado foi o BBB13. Estamos reduzidos a quase nada. Ou um nada completo.
     Mas o que mais me chamou a atenção foi um o tal tópico de "Como fazer". São todas as pesquisas com tem como intenção descobrir como fazer determinada coisa e pasmem está em quarto lugar a pesquisa "como fazer sexo". Não acreditam, então acessem o link: Trends: Como fazer sexo. Fico imaginando a pessoa "googleando" antes daquela noite (manhã ou tarde) de sexo. "Já sei como fazer, mas quero dar uma recordada, hoje promete e não quero decepcionar". É o fim da várzea.
      Eu sei que o google faz parte da nossa vida, não nos vemos sem esta ferramenta dos tempos modernos, mas pesquisar c…

Vida em anacruse

Já escrevi vários inícios. Muitos refeitos ou deletados.
     Tentativas vãs. Ou melhor, tentativas desfeitas, mas não vãs, pois todas, absolutamente todas me ensinaram alguma coisa. Na verdade pouco importa, porque a cada início tudo se repete. Queria que fosse diferente. Talvez como a música que está tocando. Follow Me do disco Imaginary Day do Pat Metheny  é a música perfeita para retratar o que quero dizer. Esta música já inicia no meio de um compasso, o que recebe o nome de anacruse, acho que é este o nome.
     A vida poderia ser uma grande anacruse. Explico. Primeiramente tenho que tentar definir anacruse como a ausência de tempos no primeiro compasso de uma melodia. Não sou músico, por isso defino a anacruse de forma tão simplória e tosca. O que quero dizer com esta figura de linguagem é que seria mais fácil se a vida fosse em anacruse, ou seja, quando menos esperássemos já estaríamos vivendo, sem nenhum subterfúgio ou intróito. Não prepararíamos nada. Não desperdiçaríamo…