Pular para o conteúdo principal

"Vai lá e seja feliz"

     Mais uma vez este blog me surpreende. Recebo uma contribuição de um(a) leitor(a) que se identificou somente com a expressão "Take it Easy". Ao ler o texto enviado gostei muito e resolvi publicá-lo. Muito interessante esta vida de blogueiro neófito, os leitores querem participar desta obra aberta que é o LedVenture. Continuem enviando contribuições...

Por Take it Easy

     Um dia alguém me disse "vai lá e seja feliz". Simples assim.
     Sem pensar eu fui lá e fui feliz.
     Com o tempo comecei a pensar sobre o ser feliz e usar a razão para manter a aquela felicidade.
     O primeiro e maior erro. A felicidade não é pensada. A felicidade não é planejada, é simplesmente vivida.
     Como todos fui vivendo a vida e aos poucos deixei de lado aquela frase que me disseram no início da caminhada. Fui agregando conhecimento, experiências, "saberes" e me distanciando cada vez mais da simples felicidade. Volta e meia me questionava sobre o que era a felicidade, lia livros sobre o assunto, conversava com amigos, mas todos não me apresentavam à felicidade. Continuei a vida, a cada nova experiência ou conquista olhava em volta a procura daquele sentimento esquecido.
     Mas como nada acontece por acaso, certo dia ao cruzar por uma avenida qualquer, do nada apareceu um homem muito mal vestido. Os meus preconceitos já afloraram, imediatamente escondi minha carteira. Mas ainda assim aquele desconhecido esbarrou em mim e simplesmente disse:
     - Desculpa, mas estou com pressa para ir lá e ser feliz.
     Não entendi a frase dita e pedi para repetir. E o desconhecido repetiu bem devagar.
     - Isso mesmo que o senhor ouviu, estou com  p r e s s a  p a r a  i r  l á  e  s e r  f e l i z.
     Continuei não entendendo o que ele acabara de dizer, mas lembrei da frase dita na minha infância e da minha busca inútil nestes anos por explicações sobre a felicidade. Buscava algo que já estava comigo, formulava as mais esdrúxulas explicações, teorias complexas, mas não percebia que a felicidade é apenas um sentimento que está a nossa volta e que basta vivermos a vida para que de uma hora para outra a felicidade surja do nada.
      Continuei andando e pensando como é bom ser feliz, ao avistar um táxi faço sinal, ao entrar peço para o motorista me levar lá onde está a felicidade. Ele não entende nada, eu apenas digo para andar pela cidade. Andamos por algumas horas e quando vou pegar a carteira para pagar a corrida percebo que não está mais comigo e na mesma hora lembro do esbarrão com o desconhecido. Fui roubado. Não importa, pois aquele desconhecido me trouxe a felicidade de volta e levou apenas uma carteira...

Trilha Sonora:
Psycho Monkey - Joe Satriani - Crystal Planet
I Started A Joke - Bee Gees - Their Greatest Hits - The Record (Disc 1)
Immigrant Song - Led Zeppelin - Clássicos Rock 500
Aikea-Guinea - Cocteau Twins Stars & Topsoil: A Collection (1982-1990)
Truth Hits Everybody - The Police  The Police
Wonderful Tonight - Eric Clapton - Clássicos Rock 500
Deixa Eu Me Perder - Vitor Ramil - À beça
Wait For My Turn - Azimuth - Azimuth
Oxala - Madredeus - Antologia
Poor Shirley -  Cristopher Cross - Christopher Cross


Ouvida somente para editar o post...

   

Comentários

Postar um comentário

Interaja com Ledventure...

Postagens mais visitadas deste blog

Os conflitos de Lucas

- Hoje você me disse que tudo estava acabado. Mas estamos aqui neste motel.
     - Não retiro o que te disse. Estar aqui é mais uma prova que o nosso amor acabou e que o único lugar onde ele ainda pulsa é aqui. O que é uma pena.
     - Mas ainda tem um lugar onde somos felizes.
     - Tu acha que felicidade é isso que vivemos? Se tu acha que isto aqui é felicidade, tenho que te dizer que você nunca foi feliz...
     - Eu aqui nos teus braços sou a mulher mais feliz deste mundo e isto é felicidade para mim.
     - Pois eu queria algo mais.
     - Lucas, tu é o primeiro homem que me diz isso, talvez por isso você seja tão especial.
     - Não sou especial, apenas quero ser feliz e formar uma família. Só isso, será que é pedir demais?
     - Com certeza para uma mulher como eu é pedir demais... Nem meu nome tu sabe. Só meu nome de guerra.
     - Como assim, tu não se chama Sharon?
     - Claro que não. Meu nome é comum e não combina com o que faço.
     - Então se revele, pelo menos…

"Como fazer sexo"

O Google a cada ano nos revela as trends, em nosso amado português podemos traduzi-lo como tendências. Ou no português mais nosso ainda são os termos mais pesquisados no ano. É interessante dar uma olhada para vermos como somos fúteis. No Brasil para se ter uma ideia o termo mais pesquisado foi o BBB13. Estamos reduzidos a quase nada. Ou um nada completo.
     Mas o que mais me chamou a atenção foi um o tal tópico de "Como fazer". São todas as pesquisas com tem como intenção descobrir como fazer determinada coisa e pasmem está em quarto lugar a pesquisa "como fazer sexo". Não acreditam, então acessem o link: Trends: Como fazer sexo. Fico imaginando a pessoa "googleando" antes daquela noite (manhã ou tarde) de sexo. "Já sei como fazer, mas quero dar uma recordada, hoje promete e não quero decepcionar". É o fim da várzea.
      Eu sei que o google faz parte da nossa vida, não nos vemos sem esta ferramenta dos tempos modernos, mas pesquisar c…

Vida em anacruse

Já escrevi vários inícios. Muitos refeitos ou deletados.
     Tentativas vãs. Ou melhor, tentativas desfeitas, mas não vãs, pois todas, absolutamente todas me ensinaram alguma coisa. Na verdade pouco importa, porque a cada início tudo se repete. Queria que fosse diferente. Talvez como a música que está tocando. Follow Me do disco Imaginary Day do Pat Metheny  é a música perfeita para retratar o que quero dizer. Esta música já inicia no meio de um compasso, o que recebe o nome de anacruse, acho que é este o nome.
     A vida poderia ser uma grande anacruse. Explico. Primeiramente tenho que tentar definir anacruse como a ausência de tempos no primeiro compasso de uma melodia. Não sou músico, por isso defino a anacruse de forma tão simplória e tosca. O que quero dizer com esta figura de linguagem é que seria mais fácil se a vida fosse em anacruse, ou seja, quando menos esperássemos já estaríamos vivendo, sem nenhum subterfúgio ou intróito. Não prepararíamos nada. Não desperdiçaríamo…