Pular para o conteúdo principal

Um aprendizado

     No século passado uma amiga, ou melhor, uma amiga de vital importância na minha vida disse uma frase que naquele momento não foi apreendida. Estávamos numa trilha indo para a praia de Naufragados, eu sempre com pressa para chegar e mostrar  os lugares marcantes em minha vida. E esta amiga me olha e diz mais ou menos o seguinte:
     "Tu tem que curtir o caminho e não somente pensar no lugar onde quer chegar. Aprecia o caminho."
     Esta passagem da minha vida foi lá pelos anos 1990, não me lembro o ano certo, mas é naquela década. Talvez seja 1993. Lá se vão 18 anos. E volta e meia me pego não curtindo o caminho e só pensando onde ou como chegar.
     Mas hoje senti o quanto aquela frase era e é importante. Sai para fazer umas trilhas de bike, não tinha um destino certo, somente queria ir por aí. Mas estava, inconscientemente, formulando os trajetos e caminhos em minha cabeça. Pensando onde e como ir. Começava a fazer exatamente como sempre fazia até então.
     Ao entrar por um estrada vicinal e percebendo que estava absolutamente livre, com uma paisagem de um verde inigualável,  nos ouvidos pulsando Where The Streets Have No Name, não sei o que aconteceu, mas, quase 18 anos depois, tomei consciência da importância do caminho. Ali, sozinho, finalmente apreendi aquela lição. Sempre entendi que aprendemos com nossas experiências, não bastam os conselhos, pois sem nossas experiências, os conselhos são apenas conselhos. Ali, pedalando comecei a olhar o entorno, um olhar de satisfação e de profundo respeito. Finalmente, apreendi aquele conselho. Demorou, é verdade, mas sempre é tempo.
     A partir daquele ponto passei a fazer parte do caminho, finalmente me integrei à paisagem que me cercava. Curti como nunca o caminho que estava fazendo, não importava onde iria, nem em quanto tempo, tão pouco porque, olhava com outros olhos, finalmente me libertava das amarras do tempo. A partir de hoje me sinto mais livre para apreciar os fatos cotidianos da vida. Não imaginava como aquela trilha iria mexer comigo. Senti que hoje iria mudar alguma coisa, por isso queria tanto fazer uma trilha. Afinal, tudo tem uma explicação.





Trilha sonora
Secret Prayer - Joe Satriani - Crystal Planet
Good Question - Lee Ritenour - Rit
September - Earth Wind & Fire - Rock 70´s
Fire at Midnight - Jethro Tull - Songs From the Wood
This Is the Last Time - Keane - Hopes and Fears
Cuando Pase El Temblor - Soda Stereo - Nada Personal
Sister Golden Hair - America - A Horse With No Name and Other Hits
In A Little While - U2 - All That You Can't Leave Behind
Muscle Museum - Muse - Hullabaloo Soundrack [Live at le zenith Paris 28-29/08/01] (Disc 2)
Lips Like Sugar - Coldplay - Singles
Afternoon - Pat Metheny Group - Speaking Of Now

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os conflitos de Lucas

- Hoje você me disse que tudo estava acabado. Mas estamos aqui neste motel.
     - Não retiro o que te disse. Estar aqui é mais uma prova que o nosso amor acabou e que o único lugar onde ele ainda pulsa é aqui. O que é uma pena.
     - Mas ainda tem um lugar onde somos felizes.
     - Tu acha que felicidade é isso que vivemos? Se tu acha que isto aqui é felicidade, tenho que te dizer que você nunca foi feliz...
     - Eu aqui nos teus braços sou a mulher mais feliz deste mundo e isto é felicidade para mim.
     - Pois eu queria algo mais.
     - Lucas, tu é o primeiro homem que me diz isso, talvez por isso você seja tão especial.
     - Não sou especial, apenas quero ser feliz e formar uma família. Só isso, será que é pedir demais?
     - Com certeza para uma mulher como eu é pedir demais... Nem meu nome tu sabe. Só meu nome de guerra.
     - Como assim, tu não se chama Sharon?
     - Claro que não. Meu nome é comum e não combina com o que faço.
     - Então se revele, pelo menos…

"Como fazer sexo"

O Google a cada ano nos revela as trends, em nosso amado português podemos traduzi-lo como tendências. Ou no português mais nosso ainda são os termos mais pesquisados no ano. É interessante dar uma olhada para vermos como somos fúteis. No Brasil para se ter uma ideia o termo mais pesquisado foi o BBB13. Estamos reduzidos a quase nada. Ou um nada completo.
     Mas o que mais me chamou a atenção foi um o tal tópico de "Como fazer". São todas as pesquisas com tem como intenção descobrir como fazer determinada coisa e pasmem está em quarto lugar a pesquisa "como fazer sexo". Não acreditam, então acessem o link: Trends: Como fazer sexo. Fico imaginando a pessoa "googleando" antes daquela noite (manhã ou tarde) de sexo. "Já sei como fazer, mas quero dar uma recordada, hoje promete e não quero decepcionar". É o fim da várzea.
      Eu sei que o google faz parte da nossa vida, não nos vemos sem esta ferramenta dos tempos modernos, mas pesquisar c…

Vida em anacruse

Já escrevi vários inícios. Muitos refeitos ou deletados.
     Tentativas vãs. Ou melhor, tentativas desfeitas, mas não vãs, pois todas, absolutamente todas me ensinaram alguma coisa. Na verdade pouco importa, porque a cada início tudo se repete. Queria que fosse diferente. Talvez como a música que está tocando. Follow Me do disco Imaginary Day do Pat Metheny  é a música perfeita para retratar o que quero dizer. Esta música já inicia no meio de um compasso, o que recebe o nome de anacruse, acho que é este o nome.
     A vida poderia ser uma grande anacruse. Explico. Primeiramente tenho que tentar definir anacruse como a ausência de tempos no primeiro compasso de uma melodia. Não sou músico, por isso defino a anacruse de forma tão simplória e tosca. O que quero dizer com esta figura de linguagem é que seria mais fácil se a vida fosse em anacruse, ou seja, quando menos esperássemos já estaríamos vivendo, sem nenhum subterfúgio ou intróito. Não prepararíamos nada. Não desperdiçaríamo…