Pular para o conteúdo principal

Uma manhã

     Após mais uma conversa saborosa e regada com algumas doses a mais, Julia Nin me apresentou a continuação do conto Uma noite. A saga de Renato e Mariela continua. Uma história que não tenho como saber até onde irá. Para entender o conto de hoje leia antes Uma noite.

Por Julia Nin

     Quando Mariela saiu do Cabaret Violet não olhou para trás. Se olhasse presenciaria um homem sem reação. Mariela continuava a sorrir, mais uma vez brincou com um desconhecido. Será que ele  havia percebido aquele movimento rápido no bolso da camisa quando colocara o número de telefone. Só o tempo diria.
    Renato voltou à mesa, esperou alguns minutos, torcia que Mariela voltasse. Infelizmente não voltou. Ao sair do Cabaret Violet continuava sem qualquer reação. Não entendia o que tinha acontecido. Só pensava  "será que ela era louca e vidrada em desabotoar camisas mesmo. Não. Não é possível existir alguém com esta mania."
     Chegou em casa ainda meio aéreo, não conseguia se desligar do que tinha vivido naquela noite... Não queria, mas teria que dormir, afinal, amanhã era um outro dia. Ao tirar a camisa, cai do bolso um papel onde se lia (parece ouvir a voz rouca de Mariela): "Esta noite foi diferente, tenha certeza disso. Meu número é 4237.7331. Liga se tiver coragem. Mariela."
     Que mulher louca. Como ela colocou o número na minha camisa. Claro, fechei os olhos quando ela começou a desabotoar a camisa. Amanhã vejo o que vou fazer. Renato deita no sofá da sala mesmo, não tem mais forças nem para chegar ao quarto. Foi uma noite muito conturbada, um sono estranho, não descansou nada e já era hora de acordar.
     Ao acordar pensou "Tenho que saber quem é aquela mulher. E só tem um jeito".
     Pega o telefone e faz a primeira ligação do dia:
     - Alô! Zeca tu pode falar?
     - Fala Renato.
     - Cara. Ontem fui na festa da tua empresa. Que festa careta. Mas preciso que tu descubra quem é uma tal de Mariela. Ela era convidada de algum colega teu. Preciso dos dados desta louca. Tive uma noite muito doida. Me ajuda Zeca.
     - Vou ver o que posso fazer. Quando eu chegar na firma vou dar uma sondada. Depois te ligo.
     - Valeu. Fico na espera. Depois te conto o que aconteceu ontem.
     Ao desligar fica olhando o bilhete escrito pela Mariela. Será que ligo para o número dela ou não. E o pior que tenho que ir trabalhar. Como irei me concentrar hoje? Coloca o bilhete na carteira.
     Desce para a garagem, afinal, hoje ainda era mais um dia de trabalho. Ao entrar no carro não resiste e liga para o número fornecido por Mariela. Após quatro toques alguém atende e diz:
     - Aviamentos Botões Livres, em que posso ajudá-lo?
     - Bom dia. Eu poderia falar com a Mariela.
     - De novo, não. O senhor é o vigésimo a ligar perguntando por esta tal Mariela. Já falei mil vezes que não conheço nenhuma Mariela. O senhor é mais um a cair neste trote. Terei que trocar o número da minha loja, não aguento mais.
     - Desculpa. Não tive culpa. A Mariela que deu o número... E desligou.
     Mais uma vez Mariela deixa Renato sem reação em menos de 24 horas. Só lhe restava a ajuda do Zeca. Precisava encontrar novamente aquela mulher. Não sabia nada sobre ela, ou melhor, sabia que ela gostava de desabotoar botões...

Continua em outro dia qualquer...


Trilha sonora
Sweet Jane - The Velvet Underground - Rolling Stone Magazine's 500 Greatest Songs Of All Time
Southern Man - Neil Young - Greatest Hits
So Lonely - The Police - Message in a Box
Grand Funk Railroad - Gimme Shelter - Rock 70´s
Take A Bow (Live) - Muse - Haarp (Live At Wembley)
A Winter Snowscape - Jethro Tull - The Jethro Tull Christmas Album
You Only Live Twice (Live From Norway) - Coldplay - Singles
Cool #9 - Joe Satriani - Live In Paris: I Just Wanna Rock (CD2)
Rapper's Delight - Sugarhill Gang - Rock 70´s
Shalamar - A Night To Remember -  Rock 70´s
Superstar - Soda Stereo - Comfort Y Musica Para Volar
Reptilia - The Strokes - Room On Fire
Estoy Azulado - Soda Stereo - Nada Personal
End Of The World - Gary Moore - We Want Moore! (Digital Remaster)
Fleetwood Mac - Tusk - Rock 70´s
I Belong to You (+Mon Coeur S'ouvre A Ta Voix) - Muse - The Resistance
Don't Miss You At All - Norah Jones - Feels Like Home
The Sun In Montreal - Pat Metheny - Trio 99->00
Mother's Little Helper - The Rolling Stones - Singles Collection - The London Years (Disc 2)
Fearless - Pink Floyd - Meddle
Cowgirl In The Sand - Neil Young - Greatest Hits

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os conflitos de Lucas

- Hoje você me disse que tudo estava acabado. Mas estamos aqui neste motel.
     - Não retiro o que te disse. Estar aqui é mais uma prova que o nosso amor acabou e que o único lugar onde ele ainda pulsa é aqui. O que é uma pena.
     - Mas ainda tem um lugar onde somos felizes.
     - Tu acha que felicidade é isso que vivemos? Se tu acha que isto aqui é felicidade, tenho que te dizer que você nunca foi feliz...
     - Eu aqui nos teus braços sou a mulher mais feliz deste mundo e isto é felicidade para mim.
     - Pois eu queria algo mais.
     - Lucas, tu é o primeiro homem que me diz isso, talvez por isso você seja tão especial.
     - Não sou especial, apenas quero ser feliz e formar uma família. Só isso, será que é pedir demais?
     - Com certeza para uma mulher como eu é pedir demais... Nem meu nome tu sabe. Só meu nome de guerra.
     - Como assim, tu não se chama Sharon?
     - Claro que não. Meu nome é comum e não combina com o que faço.
     - Então se revele, pelo menos…

"Como fazer sexo"

O Google a cada ano nos revela as trends, em nosso amado português podemos traduzi-lo como tendências. Ou no português mais nosso ainda são os termos mais pesquisados no ano. É interessante dar uma olhada para vermos como somos fúteis. No Brasil para se ter uma ideia o termo mais pesquisado foi o BBB13. Estamos reduzidos a quase nada. Ou um nada completo.
     Mas o que mais me chamou a atenção foi um o tal tópico de "Como fazer". São todas as pesquisas com tem como intenção descobrir como fazer determinada coisa e pasmem está em quarto lugar a pesquisa "como fazer sexo". Não acreditam, então acessem o link: Trends: Como fazer sexo. Fico imaginando a pessoa "googleando" antes daquela noite (manhã ou tarde) de sexo. "Já sei como fazer, mas quero dar uma recordada, hoje promete e não quero decepcionar". É o fim da várzea.
      Eu sei que o google faz parte da nossa vida, não nos vemos sem esta ferramenta dos tempos modernos, mas pesquisar c…

Vida em anacruse

Já escrevi vários inícios. Muitos refeitos ou deletados.
     Tentativas vãs. Ou melhor, tentativas desfeitas, mas não vãs, pois todas, absolutamente todas me ensinaram alguma coisa. Na verdade pouco importa, porque a cada início tudo se repete. Queria que fosse diferente. Talvez como a música que está tocando. Follow Me do disco Imaginary Day do Pat Metheny  é a música perfeita para retratar o que quero dizer. Esta música já inicia no meio de um compasso, o que recebe o nome de anacruse, acho que é este o nome.
     A vida poderia ser uma grande anacruse. Explico. Primeiramente tenho que tentar definir anacruse como a ausência de tempos no primeiro compasso de uma melodia. Não sou músico, por isso defino a anacruse de forma tão simplória e tosca. O que quero dizer com esta figura de linguagem é que seria mais fácil se a vida fosse em anacruse, ou seja, quando menos esperássemos já estaríamos vivendo, sem nenhum subterfúgio ou intróito. Não prepararíamos nada. Não desperdiçaríamo…