Pular para o conteúdo principal

Seguindo Rolling Stones

     Simplesmente demais... Antonio delirava em frente da televisão vendo pela milésima vez um dos shows da melhor banda de rock do planeta, quando olha para sua mulher e pergunta:
     - Rita, tu não acha que os caras são os melhores? Será que finalmente estaremos de acordo em alguma coisa?
     - Antonio, tu está cansado de saber que não gosto de Rolling Stones... é a milésima vez que tu me pergunta. Sempre que assiste este DVD tu vem com a mesma ladainha. Não enche o saco Antonio.
     - Pensei que tu poderia ter mudado de ideia. Só isso.
     Antonio parou para pensar no ano de 2006, o seu ano sabático, quando acompanhou TODOS os shows do Rolling Stones pelo mundo. A aventura começou numa viagem de negócios, estava no lugar certo na hora certa. Por coisas inexplicáveis da vida estava em Toronto no dia 10 de agosto de 2005. Não tinha nada para fazer, pois já tinha participado de todas as reuniões chatas de trabalho e como iria voltar para o Brasil no dia 12, naquela noite foi até o Phoenix Concert Theatre para passar o tempo, tomar umas cevas e depois dormir. Pagou a entrada 10 dólares (o ingresso cobrado todos os dias). Então o mundo mudou, naquele dia e local seria a estreia mundial da tour dos Rolling Stones; e mantendo a tradição foi um show surpresa, ninguém sabia de nada, muito menos o incrédulo Antonio. Ali, vendo o melhor show da sua vida e não acreditando no que via e sentia... não sabendo como e porque prometeu para si acompanhar todos os shows melhor banda do mundo quando se trata de tocar ao vivo, The Rolling Stones.
      E então Antonio acompanhou todos os shows pelo mundo do Rolling Stones no ano de 2006, comprando ingressos de cambistas, entrando de penetra ou trabalhando na montagem do palco, vendendo cerveja na frente de estádios ou, mesmo correndo risco de morrer, acompanhava os shows na parte superior de estádios, afinal ele era um bom alpinista.
     Agora vem a Rita e me diz para não encher o saco, como pode alguém ser tão insensível e dizer uma coisa dessa. Ainda por cima gosta do Luan Santana... Não dá para suportar. Então disse:
     - Rita, vou no bar comprar cigarro.
     Rita não respondeu, as horas passaram, e ela se deu conta que o Antonio nunca havia fumado...
     Isso faz exatos três anos e a Rita nunca mais teve notícias do Antonio.
    Agora Rita namora Eduardo e quando ele pergunta sobre alguma banda, ela sempre responde que adora e tem todos os discos, cd´s ou dvd´s; diz também que tem os blu-ray, pois descobriu que está muito difícil arranjar namorado, ainda mais roqueiro e que queira casar. É melhor garantir.

Trilha Sonora
Rough Justice - The Rolling Stones - A Bigger Bang
Let Me Down Slow - The Rolling Stones - A Bigger Bang
It Won't Take Long - The Rolling Stones - A Bigger Bang
Rain Fall Down - The Rolling Stones - A Bigger Bang
Streets Of Love - The Rolling Stones - A Bigger Bang
Back Of My Hand - The Rolling Stones - A Bigger Bang
She Saw Me Coming - The Rolling Stones - A Bigger Bang
Oh No! Not You Again - The Rolling Stones - A Bigger Bang
Dangerous Beauty - The Rolling Stones - A Bigger Bang
Laugh I Nearly Died - The Rolling Stones - A Bigger Bang
Sweet Neo-Con - The Rolling Stones - A Bigger Bang
Look What The Cat Dragged In - The Rolling Stones - A Bigger Bang
Driving Too Fast - The Rolling Stones - A Bigger Bang
Infamy - The Rolling Stones - A Bigger Bang
Biggest Mistake - The Rolling Stones - A Bigger Bang
This Place Is Empty - The Rolling Stones - A Bigger Bang
A trilha não poderia ser outra, aliás estou ouvindo cada vez mais Rolling Stones, queria fazer como o Antonio e seguir os caras pelo mundo, acho que vou comprar cigarros...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os conflitos de Lucas

- Hoje você me disse que tudo estava acabado. Mas estamos aqui neste motel.
     - Não retiro o que te disse. Estar aqui é mais uma prova que o nosso amor acabou e que o único lugar onde ele ainda pulsa é aqui. O que é uma pena.
     - Mas ainda tem um lugar onde somos felizes.
     - Tu acha que felicidade é isso que vivemos? Se tu acha que isto aqui é felicidade, tenho que te dizer que você nunca foi feliz...
     - Eu aqui nos teus braços sou a mulher mais feliz deste mundo e isto é felicidade para mim.
     - Pois eu queria algo mais.
     - Lucas, tu é o primeiro homem que me diz isso, talvez por isso você seja tão especial.
     - Não sou especial, apenas quero ser feliz e formar uma família. Só isso, será que é pedir demais?
     - Com certeza para uma mulher como eu é pedir demais... Nem meu nome tu sabe. Só meu nome de guerra.
     - Como assim, tu não se chama Sharon?
     - Claro que não. Meu nome é comum e não combina com o que faço.
     - Então se revele, pelo menos…

"Como fazer sexo"

O Google a cada ano nos revela as trends, em nosso amado português podemos traduzi-lo como tendências. Ou no português mais nosso ainda são os termos mais pesquisados no ano. É interessante dar uma olhada para vermos como somos fúteis. No Brasil para se ter uma ideia o termo mais pesquisado foi o BBB13. Estamos reduzidos a quase nada. Ou um nada completo.
     Mas o que mais me chamou a atenção foi um o tal tópico de "Como fazer". São todas as pesquisas com tem como intenção descobrir como fazer determinada coisa e pasmem está em quarto lugar a pesquisa "como fazer sexo". Não acreditam, então acessem o link: Trends: Como fazer sexo. Fico imaginando a pessoa "googleando" antes daquela noite (manhã ou tarde) de sexo. "Já sei como fazer, mas quero dar uma recordada, hoje promete e não quero decepcionar". É o fim da várzea.
      Eu sei que o google faz parte da nossa vida, não nos vemos sem esta ferramenta dos tempos modernos, mas pesquisar c…

Vida em anacruse

Já escrevi vários inícios. Muitos refeitos ou deletados.
     Tentativas vãs. Ou melhor, tentativas desfeitas, mas não vãs, pois todas, absolutamente todas me ensinaram alguma coisa. Na verdade pouco importa, porque a cada início tudo se repete. Queria que fosse diferente. Talvez como a música que está tocando. Follow Me do disco Imaginary Day do Pat Metheny  é a música perfeita para retratar o que quero dizer. Esta música já inicia no meio de um compasso, o que recebe o nome de anacruse, acho que é este o nome.
     A vida poderia ser uma grande anacruse. Explico. Primeiramente tenho que tentar definir anacruse como a ausência de tempos no primeiro compasso de uma melodia. Não sou músico, por isso defino a anacruse de forma tão simplória e tosca. O que quero dizer com esta figura de linguagem é que seria mais fácil se a vida fosse em anacruse, ou seja, quando menos esperássemos já estaríamos vivendo, sem nenhum subterfúgio ou intróito. Não prepararíamos nada. Não desperdiçaríamo…