Pular para o conteúdo principal

Não quero ser uma Pessoa Afirmativa

     Atualmente só existem certezas. Todos são peremptórios em afirmar suas infindáveis certezas.
     Me sinto deslocado, pois tenho muitos incertezas, sou um repositório de dúvidas. Neste mundo que me cerca, talvez (olha aí mais uma dúvida) eu seja um ser em extinção. Talvez.
     Gostaria de ter as certezas de que todos falam, mas sempre ao ouvir alguma certeza me vem a cabeça muitas dúvidas. Quando ouço no rádio nossos governantes falarem, imediatamente surge um mar de dúvidas. Apenas alguns exemplos:
     "A segunda ponte do Guaíba já está em processo final de projeto e em questão de pouco tempo as obras começarão". Ao ouvir esta fala as dúvidas pululam na minha cabeça.
     "Todos os estádios e aeroportos em construção estarão prontos para a Copa de 2014. Aliás, será a melhor Copa de todos os tempos". Ao ouvir esta frase fiquei petrificado, será que somente eu desacredito nestas promessas?
     "O frio logo vai passar, é apenas uma massa de ar polar passageira". Minha cabeça está quase congelando, mas as dúvidas estão lá firmes e fortes.
     Não aguento mais ter tantas dúvidas e ser tão descrente. Gostaria de ser como todo mundo e ter as certezas diárias da vida.
     É chique ter certezas. Estes dias ouvi que são Pessoas Afirmativas. Até as denominações são bem elaboradas. Quero ser afirmativo. Não consigo. Nem nomes chiques são criados para pessoas descrentes e cheias de dúvidas. Quero ter um nome chique para me designar. Mas somos poucos e não merecemos uma designação chique, somos desconsiderados pelas Pessoas Afirmativas, talvez, atrapalhemos o mundo das certezas.
     Tudo parece ser uma grande fantasia e não consigo fazer parte deste mundo de faz de conta. Me parece que estas Pessoas Afirmativas se enganam, mentem para si sobre suas certezas. Mas é apenas uma suposição minha, nenhuma certeza.
     Tenho que concordar que a vida de uma Pessoa Afirmativa é muito mais tranquila que a minha. Acordam com a certeza de que o dia será maravilhoso, olham para o seu entorno e acreditam que todos que estão na miséria irão superar esta fatalidade da vida. Ao encontrarem estes desvalidos pelas ruas esta certeza é reafirmada. Ao passarem os olhos pelas notícias diárias, têm a certeza de que é apenas um momento da nossa história e que iremos ultrapassar todas estas dificuldades retratadas pelos jornais. Quando terminam suas jornadas de trabalho, as Pessoas Afirmativas, ficam trancadas em algum engarrafamento, mas mantêm a certeza de os governos estão envidando todos os esforços para acabar com este suplício diário.
     Eu, por outro lado, não acredito em nada disso, só possuo dúvidas. Tenho total descrédito na mídia. Ao olhar meu semelhante puxando um carrinho de papelão, não consigo ver uma forma deste irmão sair da sua condição indigna de vida. Ao entrar num dos tantos engarrafamentos de nossas vidas, não vislumbro uma solução e desacredito em todas as propostas de todos os governos que estão por aí.
     Ah, como queria ser uma Pessoa Afirmativa e viver um mundo de ilusões. Seria muito mais fácil, mas ao meu sentir viveria uma grande mentira. Então sigo o caminho tortuoso das dúvidas, mas ainda sim mais realista.

Trilha Sonora
Linha Do Horizonte - Azimuth - Azimuth
Melô Dos Dois Bicudos - Azimuth - Azimuth
Brazil - Azimuth - Azimuth
Caça A Raposa - Azimuth - Azimuth
Wait For My Turn - Azimuth - Azimuth
Montreal City - Azimuth - Azimuth
Morning - Azimuth - Azimuth
A única certeza de hoje é que queria ouvir Azimuth...

Comentários

  1. mort à les affirmatif! vive la révolution!

    ResponderExcluir
  2. Uma mente brilhante com quem convivi por pouco tempo dizia que aquele que diz ter certeza de tudo é na realidade um grande imbecil.
    Brilhante definição.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Interaja com Ledventure...

Postagens mais visitadas deste blog

Os conflitos de Lucas

- Hoje você me disse que tudo estava acabado. Mas estamos aqui neste motel.
     - Não retiro o que te disse. Estar aqui é mais uma prova que o nosso amor acabou e que o único lugar onde ele ainda pulsa é aqui. O que é uma pena.
     - Mas ainda tem um lugar onde somos felizes.
     - Tu acha que felicidade é isso que vivemos? Se tu acha que isto aqui é felicidade, tenho que te dizer que você nunca foi feliz...
     - Eu aqui nos teus braços sou a mulher mais feliz deste mundo e isto é felicidade para mim.
     - Pois eu queria algo mais.
     - Lucas, tu é o primeiro homem que me diz isso, talvez por isso você seja tão especial.
     - Não sou especial, apenas quero ser feliz e formar uma família. Só isso, será que é pedir demais?
     - Com certeza para uma mulher como eu é pedir demais... Nem meu nome tu sabe. Só meu nome de guerra.
     - Como assim, tu não se chama Sharon?
     - Claro que não. Meu nome é comum e não combina com o que faço.
     - Então se revele, pelo menos…

"Como fazer sexo"

O Google a cada ano nos revela as trends, em nosso amado português podemos traduzi-lo como tendências. Ou no português mais nosso ainda são os termos mais pesquisados no ano. É interessante dar uma olhada para vermos como somos fúteis. No Brasil para se ter uma ideia o termo mais pesquisado foi o BBB13. Estamos reduzidos a quase nada. Ou um nada completo.
     Mas o que mais me chamou a atenção foi um o tal tópico de "Como fazer". São todas as pesquisas com tem como intenção descobrir como fazer determinada coisa e pasmem está em quarto lugar a pesquisa "como fazer sexo". Não acreditam, então acessem o link: Trends: Como fazer sexo. Fico imaginando a pessoa "googleando" antes daquela noite (manhã ou tarde) de sexo. "Já sei como fazer, mas quero dar uma recordada, hoje promete e não quero decepcionar". É o fim da várzea.
      Eu sei que o google faz parte da nossa vida, não nos vemos sem esta ferramenta dos tempos modernos, mas pesquisar c…

Vida em anacruse

Já escrevi vários inícios. Muitos refeitos ou deletados.
     Tentativas vãs. Ou melhor, tentativas desfeitas, mas não vãs, pois todas, absolutamente todas me ensinaram alguma coisa. Na verdade pouco importa, porque a cada início tudo se repete. Queria que fosse diferente. Talvez como a música que está tocando. Follow Me do disco Imaginary Day do Pat Metheny  é a música perfeita para retratar o que quero dizer. Esta música já inicia no meio de um compasso, o que recebe o nome de anacruse, acho que é este o nome.
     A vida poderia ser uma grande anacruse. Explico. Primeiramente tenho que tentar definir anacruse como a ausência de tempos no primeiro compasso de uma melodia. Não sou músico, por isso defino a anacruse de forma tão simplória e tosca. O que quero dizer com esta figura de linguagem é que seria mais fácil se a vida fosse em anacruse, ou seja, quando menos esperássemos já estaríamos vivendo, sem nenhum subterfúgio ou intróito. Não prepararíamos nada. Não desperdiçaríamo…