Pular para o conteúdo principal

Amigo on the road

     Um amigo está começando a trilhar novos caminhos. A vida é assim mesmo, nossos amigos encontram caminhos que por vezes se distanciam da gente. Este colega foi transferido para outra cidade, mais especificamente está indo para as "capitar"... é bom quando um alguém de quem gostamos encontra o seu rumo, mesmo que seja longe da gente. Compartilhamos desta felicidade, nos sentimos num misto de felicidade e tristeza. Mas o sentimento preponderante é de felicidade. A amizade proporciona sentimentos variados.
     Não faz muito que nos conhecemos, para falar a verdade faz menos de três anos. Mas é incrível como me sinto bem quando o encontro, as gozações que surgem, o olhar por vezes sério dele preenchem o meu dia de trabalho.
     Mas não é só isso. Vou contar duas passagens desta nossa recente amizade: numa destas festas de integração entre colegas de trabalho, grupos se formam sem muita lógica, eu fiquei de um lado da mesa e ele de outro. Era uma mesa comprida, mas mesmo assim eu notava que o cara bebia um pouco a mais... e antevia que ele iria precisar de carona de volta para casa. Amigos servem para isto mesmo. Eu já fui escoltado por muitos amigos e em condições bem piores... no final da festa, como previsto, fui levá-lo para casa. Dei muitas risadas dentro do carro, pois ele volta e meia me mandava longe e ria como uma criança. Ou melhor, nós dois ríamos como crianças. Deixei ele em casa, perguntei se ele precisava de algo e ele mais uma vez me mandou longe. Mas sempre como aquele sorriso maroto, não era aqueles bêbados chatos. E então fui para casa, chegando lá minha esposa me olha assustada e me conta que um louco acabará de ligar, dito meu nome e mandado ela longe... Contei o estado do meu amigo e rimos muito. No outro dia ele mal lembrava das "atrocidades" da noite passada. Ficamos a lembrar o ocorrido pelo resto do dia. Sempre rindo muito... Volta e meia quando nos esbarramos no trabalho eu olho sério para ele e com voz de ébrio o mando longe... Afinal, tenho que me vingar dele.
     Mas antes desta festa eu e este amigo fizemos parte de uma romaria, mais especificamente fomos do centro de Caxias do Sul até o santuário de Nossa Senhora de Caravaggio. Fomos e voltamos caminhando. O que me chamou a atenção é que o tempo passou muito rápido, sempre tivemos assuntos naqueles 50 km. Conheci um outro lado deste cara, nós conversamos sobre tudo que se possa imaginar. Contamos nossas histórias de vida, nossas alegrias e decepções. Parecia uma espécie de terapia. E foi mesmo. Ali viramos amigos, naquela estrada surgiu esta amizade que nutro por este cara.
    Agora que ele se vai para as "capitar" sinto uma espécie de tristeza misturada com uma profunda alegria. Ele queria muito ir para junto da sua família e agora estará lá. Nós ficaremos aqui com as lembranças de um grande amigo e temos a certeza de que onde ele estiver será sempre bem quisto. Afinal, ele é um Leandro.
     Até logo Leandro e saiba que deixaste muitos amigos aqui e, quando precisar, tenha a certeza de que sempre poderá contar com a gente e em especial comigo. Quando puder e quiser saiba que sou parceiro para mais uma romaria... Abraços.

Trilha sonora    
Metamorfose Ambulante - Raul Seixas - Millenium
I Will Follow (Live) - U2 - October (2008 Bonus)
Wait For My Turn - Azimuth - Azimuth
United Colours - Passengers - Original Soundtracks 1
Gita - Raul Seixas - Millenium
Windseeds - Andreas Vollenweider - Air
Milonga Magica - Andreas Vollenweider - Air
Deixem Seus Olhos Fixos - Tambo do Bando -  20 Mais
Shrinking Universe - Muse - Hyper Music (Japanese Boxset)

Comentários

  1. Um grande amigo é assim: ajuda sem esperar retribuição, está presente em momentos importantes, fica feliz quando a gente fica feliz e não precisa fazer citação ou parafrasear ninguém quando quer dizer algo importante. Quando a gente foi e voltou para Caravaggio eu enchi o meu pé de bolhas, mas mesmo assim não pedi nada para a Santa. Talvez porque eu já soubesse que estava ganhando o bem precioso da sua amizade e pedir mais coisas seria exagerado. Conte sempre comigo. Abraço do seu amigo, Leandro.

    ResponderExcluir
  2. chuif... que bonito...
    como esquecer destes momentos, tão bem narrados pelo nosso blogueiro favorito... como esquecer dos romeiros de brokeback montain...

    ResponderExcluir
  3. Que lindo!!
    Já que ele vai pra Porto Alegre, quem sabe vocês podem marcar de irem juntos ao show do Rick Martin.
    Aguardamos um novo texto sobre o show.

    ResponderExcluir
  4. Minha mãe sempre me diz: "O teu maior patrimônio são os teus amigos"

    E não é que ela está certa... Com os amigos que tenho vou longe... O pior que gosto deles do jeito que são.

    ResponderExcluir
  5. sou teu amigo mas nesse passeio.... prefiro me abster.
    Não quero atrapalhar o momento íntimo de vcs!!!
    rsrsrsrsrsrs

    e como tua mãe disse: " temos que aceitar nossos amigos boiolas como eles são"...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Interaja com Ledventure...

Postagens mais visitadas deste blog

Os conflitos de Lucas

- Hoje você me disse que tudo estava acabado. Mas estamos aqui neste motel.
     - Não retiro o que te disse. Estar aqui é mais uma prova que o nosso amor acabou e que o único lugar onde ele ainda pulsa é aqui. O que é uma pena.
     - Mas ainda tem um lugar onde somos felizes.
     - Tu acha que felicidade é isso que vivemos? Se tu acha que isto aqui é felicidade, tenho que te dizer que você nunca foi feliz...
     - Eu aqui nos teus braços sou a mulher mais feliz deste mundo e isto é felicidade para mim.
     - Pois eu queria algo mais.
     - Lucas, tu é o primeiro homem que me diz isso, talvez por isso você seja tão especial.
     - Não sou especial, apenas quero ser feliz e formar uma família. Só isso, será que é pedir demais?
     - Com certeza para uma mulher como eu é pedir demais... Nem meu nome tu sabe. Só meu nome de guerra.
     - Como assim, tu não se chama Sharon?
     - Claro que não. Meu nome é comum e não combina com o que faço.
     - Então se revele, pelo menos…

"Como fazer sexo"

O Google a cada ano nos revela as trends, em nosso amado português podemos traduzi-lo como tendências. Ou no português mais nosso ainda são os termos mais pesquisados no ano. É interessante dar uma olhada para vermos como somos fúteis. No Brasil para se ter uma ideia o termo mais pesquisado foi o BBB13. Estamos reduzidos a quase nada. Ou um nada completo.
     Mas o que mais me chamou a atenção foi um o tal tópico de "Como fazer". São todas as pesquisas com tem como intenção descobrir como fazer determinada coisa e pasmem está em quarto lugar a pesquisa "como fazer sexo". Não acreditam, então acessem o link: Trends: Como fazer sexo. Fico imaginando a pessoa "googleando" antes daquela noite (manhã ou tarde) de sexo. "Já sei como fazer, mas quero dar uma recordada, hoje promete e não quero decepcionar". É o fim da várzea.
      Eu sei que o google faz parte da nossa vida, não nos vemos sem esta ferramenta dos tempos modernos, mas pesquisar c…

Vida em anacruse

Já escrevi vários inícios. Muitos refeitos ou deletados.
     Tentativas vãs. Ou melhor, tentativas desfeitas, mas não vãs, pois todas, absolutamente todas me ensinaram alguma coisa. Na verdade pouco importa, porque a cada início tudo se repete. Queria que fosse diferente. Talvez como a música que está tocando. Follow Me do disco Imaginary Day do Pat Metheny  é a música perfeita para retratar o que quero dizer. Esta música já inicia no meio de um compasso, o que recebe o nome de anacruse, acho que é este o nome.
     A vida poderia ser uma grande anacruse. Explico. Primeiramente tenho que tentar definir anacruse como a ausência de tempos no primeiro compasso de uma melodia. Não sou músico, por isso defino a anacruse de forma tão simplória e tosca. O que quero dizer com esta figura de linguagem é que seria mais fácil se a vida fosse em anacruse, ou seja, quando menos esperássemos já estaríamos vivendo, sem nenhum subterfúgio ou intróito. Não prepararíamos nada. Não desperdiçaríamo…