Pular para o conteúdo principal

Apenas vinte e sete anos...


     Como alguém morre aos 27 anos? Como alguém perde a vontade de viver aos 27 anos?
     Nós todos somos responsáveis quando este alguém desiste de viver tão cedo. Nós como membros deste grupo social que se diz racional não podemos virar as costas para esta responsabilidade.
     Todos acompanhamos a morte da Amy. A cada dia líamos alguma nota sobre um porre, algum escândalo ou então algum teste de limites. Por que não fizemos nada? Por que deixamos esta morte ocorrer? De todas as formas contribuímos com esta morte. Nesta conta não pode ser creditada apenas a morte da Amy, temos que colocar muitas outras mais. Sem pensar muito lembro do Jimi Hendrix, Janis Joplin, Jim Morrison, Brian Jones e Kurt Cobain. Estes se foram com apenas 27 anos.
     A morte com apenas 27 anos é mais uma fato em comum entre estas mortes. Mas não é apenas este o ponto de contato entre estas mortes. Todos estavam solitários após experimentarem um sucesso imensurável. O sucesso os tornou mais solitários do que nunca. Lutaram pelo sucesso, sem saber que este seria o causador de suas mortes precoces. Parecem aqueles bichinhos da luz que se sentem atraídos por aquela "luz mágica". Quando chegam perto sofrem os efeitos danosos e quase imediatamente morrem.
     Esta sociedade a qual estamos ligados fabrica ídolos da mesma forma que os mata. Nós todos somos responsáveis por estas mortes e por outras que ainda virão... Será que já não é mais tempo de darmos um basta nisso. Quantos mais irão morrer diante de nossos olhos e até quando iremos ficar passivos diante destes suicídios midiáticos. Muitos outros artistas se foram nestas mesmas condições uns mais novos outros mais velhos. Só para relembrar,  Elvis Presley, Carmem Miranda, Raul Seixas, Marilyn Monroe, poderia citar um cem número de artistas que depois de experimentarem o sucesso, sucumbiram diante deste êxito.
     Cada vez que algum ídolo se vai, ainda mais quando nestas condições como as experimentadas pela Amy, sinto um vazio muito grande dentro de mim. De alguma forma somos um dos assassinos deles.
     Diante desta fria tela de computador faço minha mea culpa. Diante de mais esta morte meu sentimento é de profunda tristeza. No que estamos nos transformando? Ao ouvir as músicas da Amy neste quarto triste, nesta noite triste... Choro e apenas desejo que estes fatos não ocorram mais, quero acreditar que não compactuaremos com estas tristezas de sempre. Por favor não permitam que estas tristezas voltem a invadir nossos corações... Para tanto, quem sabe, não seria importante darmos um primeiro passo. Quem sabe este mundo do estrelato não é assim porque do outro lado, nós comuns do povo, estimulamos de forma indireta esta indústria. Quem sabe devamos mudar a forma como consumimos este produto que é derivado do show business. Quem sabe paremos de endeusar estes artistas, quem sabe olhemos eles como nós, ou seja, apenas mais uma pessoa com suas carências, suas dúvidas, seus medos, enfim, apenas uma pessoa normal.
     Hoje estou triste. Triste pela Amy, triste pelo Kurt, triste pelo Elvis, triste pois tenha a impressão que outros terão o mesmo fim. Agora começa uma das mais bonitas músicas interpretadas pela Amy - Love is a losing game. Eu apenas acrescento que esta vida que vivemos também é um jogo perdido, temos que virar este jogo e a única forma é mudarmos nosso jeito de viver. Quem sabe respeitando o nosso semelhante e nos preocupando com quem como nós sofre... 


Trilha Sonora

You know I'm no good - Amy Winehouse - Back to black
Me & Mr Jones - Amy Winehouse - Back to black
Just friends - Amy Winehouse - Back to black
Back to black - Amy Winehouse - Back to black
Love is a losing game - Amy Winehouse - Back to black
Tears dry on their own - Amy Winehouse - Back to black
Wake up alone - Amy Winehouse - Back to black
Some unholy war - Amy Winehouse - Back to black
He can only hold her - Amy Winehouse - Back to black
Intro / Stronger Than Me - Amy Winehouse - Frank

Comentários

  1. Ah, sim, realmente eu deveria ter colocado o nome da banda, mesmo porque quando eu fui lá eles estavam tocando - são bons! Não é a primeira vez que a Lonely Hearts Club Band toca lá.
    E a foto, se você clicar nela pode saber de onde veio, eu encontrei no Google, mas veio desse site: http://lonelyheartscb.wordpress.com/

    Obrigado por passar no blog, e realmente é uma pena que a Amy entre pro tão temido clube dos 27!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Interaja com Ledventure...

Postagens mais visitadas deste blog

Os conflitos de Lucas

- Hoje você me disse que tudo estava acabado. Mas estamos aqui neste motel.
     - Não retiro o que te disse. Estar aqui é mais uma prova que o nosso amor acabou e que o único lugar onde ele ainda pulsa é aqui. O que é uma pena.
     - Mas ainda tem um lugar onde somos felizes.
     - Tu acha que felicidade é isso que vivemos? Se tu acha que isto aqui é felicidade, tenho que te dizer que você nunca foi feliz...
     - Eu aqui nos teus braços sou a mulher mais feliz deste mundo e isto é felicidade para mim.
     - Pois eu queria algo mais.
     - Lucas, tu é o primeiro homem que me diz isso, talvez por isso você seja tão especial.
     - Não sou especial, apenas quero ser feliz e formar uma família. Só isso, será que é pedir demais?
     - Com certeza para uma mulher como eu é pedir demais... Nem meu nome tu sabe. Só meu nome de guerra.
     - Como assim, tu não se chama Sharon?
     - Claro que não. Meu nome é comum e não combina com o que faço.
     - Então se revele, pelo menos…

"Como fazer sexo"

O Google a cada ano nos revela as trends, em nosso amado português podemos traduzi-lo como tendências. Ou no português mais nosso ainda são os termos mais pesquisados no ano. É interessante dar uma olhada para vermos como somos fúteis. No Brasil para se ter uma ideia o termo mais pesquisado foi o BBB13. Estamos reduzidos a quase nada. Ou um nada completo.
     Mas o que mais me chamou a atenção foi um o tal tópico de "Como fazer". São todas as pesquisas com tem como intenção descobrir como fazer determinada coisa e pasmem está em quarto lugar a pesquisa "como fazer sexo". Não acreditam, então acessem o link: Trends: Como fazer sexo. Fico imaginando a pessoa "googleando" antes daquela noite (manhã ou tarde) de sexo. "Já sei como fazer, mas quero dar uma recordada, hoje promete e não quero decepcionar". É o fim da várzea.
      Eu sei que o google faz parte da nossa vida, não nos vemos sem esta ferramenta dos tempos modernos, mas pesquisar c…

Vida em anacruse

Já escrevi vários inícios. Muitos refeitos ou deletados.
     Tentativas vãs. Ou melhor, tentativas desfeitas, mas não vãs, pois todas, absolutamente todas me ensinaram alguma coisa. Na verdade pouco importa, porque a cada início tudo se repete. Queria que fosse diferente. Talvez como a música que está tocando. Follow Me do disco Imaginary Day do Pat Metheny  é a música perfeita para retratar o que quero dizer. Esta música já inicia no meio de um compasso, o que recebe o nome de anacruse, acho que é este o nome.
     A vida poderia ser uma grande anacruse. Explico. Primeiramente tenho que tentar definir anacruse como a ausência de tempos no primeiro compasso de uma melodia. Não sou músico, por isso defino a anacruse de forma tão simplória e tosca. O que quero dizer com esta figura de linguagem é que seria mais fácil se a vida fosse em anacruse, ou seja, quando menos esperássemos já estaríamos vivendo, sem nenhum subterfúgio ou intróito. Não prepararíamos nada. Não desperdiçaríamo…